14/02/2019

Assembleia do SESI/SENAI no SINPAAE – Ribeirão Preto

  Com grande presença de professores de Ribeirão Preto e região, foi realizada no último dia 14 de fevereiro, a assembleia do SESI/SENAI, em dois períodos, manhã e tarde, totalizando 149 docentes presentes, que ouviram as explanações dos diretores do Sindicato e do Departamento Jurídico, respondendo e esclarecendo as dúvidas. Na sua totalidade e ampla maioria, os participantes votaram pela aprovação e manutenção do Acordo Coletivo vigente e autorizaram o pagamento da Contribuição Assistencial.

  Durante a reunião, o presidente Professor Novaes, discorreu sobre 23 cláusulas do acordo que beneficiam somente os integrantes da categoria representada no acordo do SESI/SENAI, além de analisar a conjuntura atual, criada pelas chamadas reformas, principalmente da Previdência, formas de contratações, Carteira Verde e Amarela, Terceirizações, entre outros temas considerando que o professor é formador de opinião, necessitando se informar, mobilizar e ficar atento. 

  Também foi abordada a questão da sobrevivência financeira dos Sindicatos, inclusive o SINPAAE, com  necessidade das contribuições associativas e assistenciais (negociais) para manutenção dos Acordos e Convenções Coletivas que estão sendo negociadas pela proximidade da data base em 01 de março de 2019. 

01/03/2018

SESI/SENAI: CAMPANHA SALARIAL GARANTE ACORDO COM APROVAÇÃO DE PROPOSTA

  Assembleias simultâneas em todo o estado de São Paulo aprovaram a contraproposta negociada pelos sindicatos junto aos representantes do Sesi e do Senai a professores e técnicos de ensino das instituições.

 Ontem, dia 28 de fevereiro, os sindicatos que integram a Fepesp chegaram a um resultado unificado para a Campanha Salarial 2018 no segmento. Diante de um cenário de im-plementação da nova legislação trabalhista, as assembleias foram marcadas por intensos debates sobre resistência e coletividade.

  Com um acordo coletivo válido por dois anos, até 2019, as rodadas levaram para a mesa de negociação algumas cláusulas e pontos específicos, como, por exemplo, a as-sistência médica, o reajuste e os vales alimentação e refeição -  as cláusulas financeiras do acordo, que, estas sim, tinham validade definida para um ano e iriam expirar neste 28 de fevereiro.

  

  Foi aprovado em todo o estado o reajuste dos salários e dos vales refeição e alimentação pelo índice INPC. Inicialmente, o Sesi/Senai se recusava a aplicar qualquer reajuste nesses vales. A expectativa do INPC para fevereiro é de 2,04%. Com isso, foi assegurada a manutenção de todas as cláusulas sociais do Acordo Coletivo de Trabalho.

Em  Ribeirão Preto - Nas assembleias realizadas no SINPAAE no período da manhã compareceram 125 professores. No período da tarde, 26 professores estiveram presentes.
  A reunião foi dirigida pelo profº Antonio Dias de Novaes, presidente do SINPAAE e também contou com as presenças dos diretores: Janete Ferreira Guedes, Silvio Liberati, Fernanda Amorim, Miguel Jabour Jr. e, Sônia Iraci. 

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL - Diversos aspectos da ‘reforma’ trabalhista (agora lei 13.467) foram temas de questões e dúvidas por parte de professores e técnicos de ensino que participaram das assembleias. “Muitos pontos da lei são considerados in-constitucionais e estão sendo questionados judicialmente”, afir-ma Celso Napolitano, presidente da Fepesp. “Mas nossa dispo-sição é a de dar uma resposta política a essa reforma, garan-tindo a contribuição sindical que a nova lei quer negar ou difi-cultar, estrangulando os sindicatos”. Napolitano acredita que a nova legislação, além de enfraquecer a ideia de luta coletiva, tenta colocar no plano do indivíduo uma força que ele não tem. Muito mais do que a questão financeira dos sindicatos é ne-cessário discutir o sentido coletivo disso tudo. A contribuição sindical e a sustentação dos sindicatos serão abordados neste sábado (03/03), em amplas assembleias com professores, auxiliares e técnicos de ensino da educação básica, do ensino superior e também do Sesi/Senai em todos os 25 sindicato integrantes da Federação no Estado de São Paulo.

CAMPANHA SALARIAL 2019: DEFENDER OS DIREITOS DO 
ACORDO COLETIVO NO SESI/SENAI

   Na terceira rodada de negociações da Campanha Salarial 2019 do Sesi/Senai, realizada nesta terça, 22/01, insistimos no que importa: manter os direitos de professores e técnicos de ensino consagrados no acordo coletivo, sem qualquer redução, e garantir a reposição da inflação nos salários e no valor dos benefícios de VA e VR.

  Essa é a proposta que agora vai ser discutida pelos sindicatos integrantes da Federação dos Professores no Estado de São Paulo – em preparação para a deliberação em assembleias de todos os professores e técnicos de ensino. Como em anos anteriores, a assembleia será realizada com falta abonada, um direito que também está no acordo. 

  Olho vivo e alerta aos avisos do sindicato – lá em Brasília, falam em cortar recursos e rapelar ainda mais os direitos do quem trabalha. Aqui, fincamos o pé nos direitos que conquistamos em nosso acordo de trabalho. A nossa união é o que conta.

#campanhasalarialunificada2019
#uniao_dos_professores_fepesp

Rua Quintino Bocaiúva, 54 - Centro

CEP: 14015-160 - Ribeirão Preto /SP

 

 

Telefone: (16) 3615 8200    WhatSapp (16) 99297 0606

 

 

 

 

By Jonny Andersun